Arquivo da tag: michael keaton

Birdman [Birdman] EUA, 2014.

86065_gal

O filme mais ousadinho entre os indicados ao Oscar deste ano. O principal destaque aqui é a montagem, a câmera não pára um segundo e dá aquela impressão [ainda que falsa] de não haver cortes. Sem falar no ‘crescendo’ que bate um nervosão com breves pausas de percurso para aliviar. Ainda que o roteiro pegue a gente desprevenido nestes momentos de alívio… Que roteiro incrível com diálogos intensos que permitem ótima atuação do elenco. Até a Emma Stone [sim, eu era cismado com a zoiúda] está maravilhosa. Michael Keaton e Edward Norton fazem ótimos duelos. Amy Ryan e Lindsay Duncan estão soberbas em suas aparições, a primeira interpretando a ex-mulher do protagonista e a segunda como a crítica de teatro. O Michael Keaton interpreta um ator que fez sucesso como superherói no passado e que tenta salvar sua carreira em franca decadência investindo numa peça da Broadway. Tudo acontece nos bastidores da mesma. Além da crítica ao mundinho da fama infestado de egocêntricos, o filme toca em várias questões universais da vida de qualquer ser humano e ainda joga barro na nossa cara no que se refere à espetacularização de nossas vidas nos dias de hoje. Não tem como não se identificar. Destaque à trilha jazzy, dando um tom de improviso ao filme [um improviso forjado, claro].

Ficarei surpreso se este filme levar o Oscar de melhor filme. Filmes mais ousadinhos não costumam levar a melhor pela academia um tanto conservadora. Alejandro González Iñárritu está indicado como melhor diretor, fiquei um tanto WOW do diretor de filmes duvidosos como Babel partir para uma experiência como esta. Está de parabéns!

Avaliação. 4/5

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Robocop. EUA, 2014.

a1twfgbkkll_aa1500_

Não é que o José Padilha conseguiu levar algo de seu Capitão Nascimento para o Robocop? Em determinado momento do filme o tal Robocop fica além do bem e mal, um verdadeiro justiceiro. Só achei o filme um tanto frívolo, ou o protagonista, Joel Kinnaman. Faltou emoção. Tá, exigir emoção de um robô é um tanto demais, neah? Hahaha

Porém, confesso que melhor que o filme foi assisti-lo num Imax do Spectrum em Irvine, California. Qualquer filme que você assiste ali fica legal.

No mais, adorei a atuação do Samuel L Jackson como o âncora do telejornal da intro do filme e do sumidão Michael Keaton como o vilão do filme. Ao menos um  vilão carismático, coisa rara nestes filmes de ação atuais.

E Padilha, acho que se rolar a continuação do filme será bem mais foda. Não desista de sua carreira em Hollywood [dizem que ele detestou a experiência].

Avaliação: 3/5

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

O último golpe[The last time] EUA, 2006.

The Last Time

Assisti no Telecine meio de bobeira e foi uma surpresa agradável. Desde o Besouro-Suco que não via Michael Keaton atuando tão bem e o filme é dele[um charme só]. Ele e o Brendan Fraser são dois vendedores concorrentes numa empresa escrota, apesar disso pseudoparceiros no emprego e rivais no amor pela mesma mulher, a noiva do Fraser [a bela Amber Valetta]. Ainda assim, é muita ambição nessa vida! O filme mistura vários gêneros, da comédia ao thriller, tem algumas referências literárias e o final é super inesperado[apesar de meio exagerado].

Deixe um comentário

Arquivado em cinema