Arquivo da tag: edward norton

Birdman [Birdman] EUA, 2014.

86065_gal

O filme mais ousadinho entre os indicados ao Oscar deste ano. O principal destaque aqui é a montagem, a câmera não pára um segundo e dá aquela impressão [ainda que falsa] de não haver cortes. Sem falar no ‘crescendo’ que bate um nervosão com breves pausas de percurso para aliviar. Ainda que o roteiro pegue a gente desprevenido nestes momentos de alívio… Que roteiro incrível com diálogos intensos que permitem ótima atuação do elenco. Até a Emma Stone [sim, eu era cismado com a zoiúda] está maravilhosa. Michael Keaton e Edward Norton fazem ótimos duelos. Amy Ryan e Lindsay Duncan estão soberbas em suas aparições, a primeira interpretando a ex-mulher do protagonista e a segunda como a crítica de teatro. O Michael Keaton interpreta um ator que fez sucesso como superherói no passado e que tenta salvar sua carreira em franca decadência investindo numa peça da Broadway. Tudo acontece nos bastidores da mesma. Além da crítica ao mundinho da fama infestado de egocêntricos, o filme toca em várias questões universais da vida de qualquer ser humano e ainda joga barro na nossa cara no que se refere à espetacularização de nossas vidas nos dias de hoje. Não tem como não se identificar. Destaque à trilha jazzy, dando um tom de improviso ao filme [um improviso forjado, claro].

Ficarei surpreso se este filme levar o Oscar de melhor filme. Filmes mais ousadinhos não costumam levar a melhor pela academia um tanto conservadora. Alejandro González Iñárritu está indicado como melhor diretor, fiquei um tanto WOW do diretor de filmes duvidosos como Babel partir para uma experiência como esta. Está de parabéns!

Avaliação. 4/5

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A última noite [25th hour] EUA, 2002.

Spike Lee adaptou romance de David Benioff e de novidade aqui sua trama envolve personagens brancas como protagonistas. Mesmo assim todos são outsiders. A mensagem que eu senti é que no mundo contemporâneo todos estamos muito solitários, todos nós seríamos um outsider. E o diretor ainda quis capturar o clima pós-11 de setembro para o filme. No começo o clima é de amargura e melancolia, já no final me pareceu uma grande homenagem à cidade de Nova Iorque.
A trama tem o tempo da tragédia grega, Edward Norton interpreta um traficante que é pego no flagra e tem suas últimas 24 horas de liberdade pra curtir. Ele passará o dia se despedindo das pessoas mais próximas e combina uma saída com seus amigos de infância de ética questionável[os óteemos Barry Pepper e Philip Seymour Hoffman]. Destaque principal à tal 25a. hora de partir corações. Ainda tem a presença bonita das gatas Rosario Dawson e Anna Paquin.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized