Blue Ruin. EUA, 2013.

86065_gal

Filme indie americano que reúne clichês do gênero. Planos estáticos, protagonista com cara de cu, ritmo lento… A gente só vai entender o objetivo do protagonista lá pra meia hora final. Ao menos me trouxe algumas reflexões, sobre o quão é inútil VINGANÇA [e olha que eu sou um pouco vingativo, mas não a ponto de viver em função disto como o protagonista] e sobre a política de armas nos Estados Unidos. Acho que neste país qualquer um pode ser um assassino em potencial.

Jeremy Saulnier foi premiado como diretor revelação em Cannes. Destaque à fotografia do próprio diretor.

Avaliação: 3/5

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s