Júlio César [Julius Caesar] EUA, 1953.

86065_gal

O texto do Shakespeare continua pulsante, óbvio! Mas queria mais Marlon Brando!!! Ele aparece muito pouco como Marco Antônio. A gente logo espera uma super interpretação do cara, já que o texto é teatral e a gente sabe de suas sempre melhores intenções como ator [na época do filme, ele estava em início de carreira e a crítica duvidou muito de sua capacidade de se garantir num Shakespeare]. Mas é um filme digno do Joseph L. Mankiewicz, ainda não vi algo ruim dele [adoro o aclamado A malvada e até o suspeito Cleópatra com a Liz Taylor]. Dizem que é o melhor Shakespeare que Hollywood já produziu, também não é pra tanto.

Levou o Oscar de melhor direção de arte. John Gielgud [que interpreta a personagem-título] e Brando levaram o Bafta de melhores atores. Acho que é um filme de atores coadjuvantes, não tem essa coisa de protagonista…

Avaliação: 3,5/5

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s