Capitão Phillips [Captain Phillips] EUA, 2013.

86065_gal

Interessante thriller baseado em fatos reais do Paul Greengrass [da trilogia Bourne]. Começa como uma espécie de resposta pós-colonial ao Alien, com piratas somalianos rudes invadindo um navio cargueiro americano [carregado de doações dos americanos para os africanos, oi?]. Depois vira um filme técnico [não tão eficiente] como A hora mais escura. Até o tratamento dado ao protagonista da trama é parecido. Em A hora…, a Jessica Chastain extravasa discretamente num close final, enquanto aqui Tom Hanks [a personagem-título] DÁ TUDO DE SI no ápice do filme [no finalzinho, depois de tanta tensão], vale muito por isso. Curioso também o paralelo da força improvisada NA RAÇA dos somalianos em busca do objetivo deles [o assalto] e da eficiência cabeçuda dos americanos durante a tentativa de libertar o Phillips. E legal o roteiro vitimizar e culpar os dois lados. A cena final da enfermeira com o Phillips retrata bem isso. Os americanos acreditam serem os detentores da paz mundial, que paz é essa que só produz injustiça pelas regiões mais periféricas do mundo? Phillips leva essa culpa dentro de si e o pirata protagonista Muse ainda diz em determinado momento EU AMO OS ESTADOS UNIDOS. Reflexos irônicos da globalização.

O principal defeito do filme é a duração. Não precisava de quase duas horas e meia, plis! E a Catherine Keener precisava mesmo de dinheiro pra topar aquela aparição no início?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s