Um jogo brutal [Un jeu brutal] França, 1983.

angels-share-ken-loach

Minha primeira experiência com o Jean-Claude Brisseau. Achei a proposta do filme ímpar. Na trama, um pai cientista que nas horas de folga vira serial killer terá de cuidar da detestável filha paralítica quando a avó da monstrinha morre. O tom do filme é impiedoso, jamais vi um discurso tão amoral e de abusinho da humanidade. O diretor é considerado o Haneke francês, sendo que ele mesmo chegou antes. Já quero outros títulos do cara.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s