Nobody’s Daughter Hae-Won [Nugu-ui ttal-do anin Haewon] Coréia do Sul, 2013.

barbara-2

Mais um filme lindo do Sang-Soo Hong [de A visitante francesa]. O segredo do diretor é bem MENOS É MAIS! Quanto mais simples, mais verdadeiro. E que estória feminista e intrigante. Fiquei pensando o quanto os países do oriente são atrasados no que se refere à emancipação da mulher e estou falando da CORÉIA DO SUL [país que só quer ser vanguarda] contemps!!! Aqui nós temos uma gatan, a Haewon do título [interpretada pela belíssima Jeong Eun-Chae], que é amante de um professor casado e tá cagando pra sociedade, não tem nada a temer. E a gata tem que lidar com os comentários de gente de todo tipo na faculdade por isso. E detalhe: ela também é uma estrangeira. Só não saquei de onde ela é, mas o preconceito étnico é uma realidade por aqueles países, gente de olho puxadinho reconhece o olho puxadinho do outro etc. Zzzz… Só fiquei chateado com a última ceninha do filme que quase leva tudo a perder no que se refere ao discurso feminista. De curioso, o filme tem pontinha da Jane Birkin, oi???? hahaha

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema, Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s