The Doll [Vaxdockan] Suécia, 1962.

angels-share-ken-loach

Antes daquele filme indie fofo [A Garota Ideal] com o Ryan Gosling, em que a personagem do ator se apaixona por uma boneca inflável, teve este em que um soldado noturno solitário se apaixona por uma manequin. Enquanto no filme do Gosling a ‘problemática’ é tratada com humor, aqui o gênero é o drama psicológico. E mais, o filme é dirigido pelo cult sueco Arne Mattsson, na vibe deprê do Bergman [num tem?], sendo que mais escurinho e underground. Destaque aos closes belíssimos da atriz Gio Petre, de boneca viva. E a pergunta que fica: o que é realidade mesmo, hein miagente?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s