A tortura do silêncio [I confess] EUA, 1953.

418659_519316548084413_78644579_n

Um pequena jóia do mestre Alfred Hitchcock. Não é tão obrigatório, mas pô, dignidade sempre!!! Montagem caprichada, fotografia absurda [enquadramentos lindos de Quebec, Canadá], close ups incríveis de Anne Baxter [que brilho no olho lindo], trilha escandalosa… Acho que só faltou mais emoção na interpretação do Montgomery Clift e um climax mais dosado! Dizem que o Clift não topou as dicas do Hitch durante as filmagens e sem falar que já era alcoolatra no período. Muito introspectiva a sua interpretação.

A trama é interessantíssima: um assassino confessa um homicídio para um padre [o lindinho do Clift] e ao mesmo tempo o próprio padre passa a ser o principal suspeito do assassinato. E agora? O padre trai o seu voto de silêncio?

Destaque ao Karl Malden como inspetor do caso, dos melhores atores coadjuvantes evaaaaaaaaaaah.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s