Um homem de família [The Iceman] EUA, 2012.

BlackBackground

Cinebiografia do maior assassino contratado dos Estados Unidos, Richard Kuklinski, reza a lenda que ele matou mais de cem pessoas. Para quem curte filme envolvendo máfia, é uma boa pedida. Mas o grande destaque mesmo é o elenco: Michael Shannon está fantástico como o assassino na linha Jekyll & Hyde, que ator!!!; maravilha a Winona Ryder com uma boa personagem, a esposa caretíssima do Shannon; Chris Evans irreconhecível como um dos parceiros do protagonista e uma bela oportunidade de mostrar que ele também pode ser vendido como ATOR; e tem que ter Ray Liotta em filmes de máfia, hein? [acho o rosto esburacado dele muito sexyyyy, do Shannon também]; James Franco em pontinha forçosaaaaa esquecível; e o David Schwimmer, o eterno Ross da série Friends, tão irreconhecíveeel que só saquei dele quando visitei o site do IMDB. No mais, boa direção de arte e figurino dos anos 60 e 70. Curioso é que em família o assassino era um pai de família totalmente dentro dos padrões do ‘sonho americano’. Como no passado eu já fui professor de muitos traficantes e galera barra pesada [fiz a Michelle Pfeiffer em Mentes Perigosas, num tem? hahaha], asseguro que as pessoas mais perigosas são quase sempre as mais brandas. Nas reuniões escolares ficava passado com as bios dos meus alunos mais afáveis, juro!!!

E um caso raro em que o título em português ficou melhor que no original.hahaha

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s