Klip. Sérvia, 2012.

86065_gal

Apelidaram este filme de Kids sérvio. Fiquem com Kids mesmo. Minha reação diante ao filme foi a mesma da foto acima. Tá, a diretora Maja Milos chamou atenção por ser a primeira [maybe] diretora a hipersexualizar a própria mulher. Na trama, Jasna é uma adolescente sérvia que curte se fotografar, filmar, drogar, foder, apanhar etc. etc etc. e nem aí pra família, escola etc. etc. etc. O filme só me abriu os olhos para o seguinte: como as jovens sérvias são cafonas; como as festas sérvias lembram as festinhas dos terreiros de Campo Maior-PI; pop sérvio é um lixo; e tá, o boyzinho da periguete faz a gente aguentar o filme até o final.

O filme faz a gente pensar na vida desses adolescentes vivendo de putaria com seus celulares nas mãos registrando tudo. Lembra do caso das adolescentes do Colégio das Irmãs que vazaram fotos que deixou toda a sociedade marfrenz chocada? Então, isso é REALITY!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s