O som ao redor. Brasil, 2012.

86065_gal

Acho que a imprensa brasileira precisa eleger os seus, neah? Não vi nada de tão WOW nesta película. Totalmente no alarms and no surprises, plis!

Mais um diretor na cola do Robert Altman, suas inúmeras tramas paralelas etc. Aqui [assim como em Contágio, veja a resenha anterior] passa longe da genialidade. O roteiro é meio perdido, as personagens idem, ninguém tem um momento super de interpretação. Merece atenção a idéia de captura de som em destaque e tem um momento de devaneio de uma garotinha que bate um desespero na gente.

Kleber Mendonça Filho, o diretor, é puro hype. Porque ninguém ainda não teve coragem de xoxar este filme? Isso sim me surpreende.

O filme tem mais de duas horas de duração, poderia ter oitenta minutos. E não me venham com o blá blá blá de retrato da classe média contemps.

Premiado em Gramado, Recife, Rio e São Paulo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s