O homem da máfia [Killing them softly] EUA, 2012.

Film Review Killing Them Softly

FODÁSTICOOOOOOOOOOOO!!!

Andrew Dominik dirigiu esta obra primorosa, depois do impressionante western O assassinato de Jesse James. Aqui, um mix de filme de máfia vs cinema político. E pegar pesado até com o Obama é muitaaaaaaaa ousadia [ele foi lançado na época das indicações de filmes ao Oscar e foi esquecidíssimo, claro que a academia preferiu a babaquice de louvar Lincoln a um filme politicamente incorreto e cético diante a situação política e econômica americana atual]. E ainda existe salvação para o Brad Pitt [muso do diretor no Jesse James também], ele está óteeeeeeeeeeeeeeemo [muito melhor que no xoxinho do Moneyball do ano passado, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de melhor ator graças aos seus ‘mugangos’] como um assassino [com seu próprio código de ética] contratado  para eliminar uns bandidos equivocadíssimos [hahaha]. E destaque ao sumido Ray Liotta, ao emocionado Scoot McNairy, ao chapadíssimo Ben Mendelsohn e aos inúmeros ilustres fazendo pontinhas: Richard Jenkins [de Queime depois de ler], James Gandolfini [da séria Família Soprano] e o tio Sam Shepard. E a trilha é soberba com Nico, The Velvet Underground etc. Muito estilo!

E que infeliz o título em português, pra variar…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s