Xingu. Brasil, 2012.

angels-share-ken-loach

Comeah que alguém vai fazer um filme sobre a conquista do Oeste no Brasil, entrar na Amazônia é uma loucura – digo por experiência própria, a floresta te devora, caos geral!  – e me trazem este filme todo certinho, roteiro caretinha, narraçãozinha em off, tudo tão explicadinho e o pior, CONFLITOS DRAMÁTICOS maltratados. Caralho, muito sono! Herzog é alemão e já adentrou a Amazônia alucinado em Aguirre e Fitzcarraldo – filmes maiores que a vida – e este Cao Hamburger vem como esse filmenho conservador. Só dá pra elogiar a trilha sonora, a fotografia e o Felipe Camargo e o João Miguel tentando alguma atuação.

Fiquei mesmo passado foi com a locação da tribo indígena com aquelas ocas MA RA VI LHO SAS!!!

*

E quem ainda aguenta o rosto do Caio Blat em todos os filmes nacionais?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s