Era uma vez eu, Verônica. Brasil, 2012.

nana-hurricane_sandy-6

Sabe quando um ator salva um filme? Então, Hermila Guedes merece quase todos os méritos deste filme. O texto do filme é apelativo e até mesmo enfadonho em alguns momentos, mas Hermila é tão vida que tudo se transforma. Você se encanta tanto com a personagem que VOCÊ É VERÔNICA. E me encantei tanto com a atriz em O Céu de Suely e muito muito muito neste que JÁ TENHO MINHA ATRIZ BRASILEIRA FAVORITA.

Na trama, temos uma gata virando balzaca, fazendo residência em psiquiatria, tendo que cuidar do pai doente e não conseguindo amar nenhum cara. Muita identificação. E ótimas cenas de sexo, fiquei até puta tesuda pelo João Miguel.

Marcelo Gomes dirigiu o também ótimo Cinema, Aspirinas e Urubus, e este … Verônica foi premiado como melhor filme pelo júri e público no Festival de Brasília.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s