Prometheus. EUA, 2012.

Apontado como o prólogo da quadrilogia Alien, ainda bem que foi dirigido pelo Ridley Scott [que dirigiu o primeiro e melhor filme da série]. PUTASUPERPRODUÇÃO!!! O filme é de encher os olhos desde a intro. Montagem, fotografia, direção de arte, figurino, efeitos especiais, etc. PERFEITOS! Fiquei boquiaberto com a abertura envolvendo o mito Prometheus [a personificação do mito é a cara das figuras humanas das pinturas do William Blake]. Prometeu e ficou devendo só no roteiro, precisava de um final mais digno. O desfecho para casar com o primeiro Alien foi tão de supetão, faltou um melhor tratamento. Problema típico dos pipocões atuais, franquias querendo faturar fácil e vacilando nas soluções para deixar rolar abobrinha para os filmes seguintes.

No elenco, destaque ao Michael Fassbender, um andróide bichonna, me lembrou o William Hurt em O beijo da mulher aranha.  Mas o momento miabana fica para a negritude do Idris Elba e do Logan Marshall- Green,  todo clone do Tom Hardy. A tal Noomi Rapace [da série Millenium e o último Sherlock Holmes] está bem mas não tem o carisma da Weaver.

Só acho que o Deus cristão não tem vez em 2089, principalmente depois de tudo que se passa no filme, hein?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s