A felicidade não se compra [It’s a wonderful life] EUA, 1946.

Fossa fossa fossa. Basicamente, achei o filme meio ‘como destruir seu dia’. Claro que depende do seu estado de espírito. Eu estou muito sentimentalóide nestes dias… Este clássico do Frank Capra [acho que eu fui a última pessoa a assisti-lo] conseguiu me causar um desconforto de um Bergman. Não esperava, pensava que o filme se resolvia à muxoxismos e moralisminhos.

E o James Stewart está fantástico, acho que é sua melhor atuação no cinema mesmo mesmo mesmo. Foi a atuação preferida do próprio ator e é tida  como das melhores personagens evaaah. Sem falar que o filme sempre está incluso nas listas de melhores de todos os tempos.

Recomendadíssimo!

E só me resta a melancolia…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s