Carrie – a estranha [Carrie] EUA, 1976.

Nem as inúmeras paródias que saem até hoje fizeram este filme perder o seu encanto. Demorei horrores a assisti-lo e mesmo sabendo da estória, fiquei impressionado com a força do roteiro e das imagens. A crítica feminista é poderosa: a mulher símbolo do pecado na Terra, a mulher crucificada, a mulher reprimida [ninguém nem falava de bullying na época], a mulher alteridade, a mulher monstro. Brian De Palma aproveitou o momentinho contracultura e  libertou todos os demônios femininos. E o final é tão oferenda à Grande Deusa, hein?

Sissy Spacek [como a personagem título] e Amy Irving estão lindíssimas. Me incomodei com o galãzinho do filme e seu picumã louro medonho. E não sabia que o John Travolta [S2] fazia parte do elenco. Piper Laurie arrasa como a mãe fanática religiosa da Carrie. Delirei com o gozo no final e tive meu momento de gritinho agudo.  Morro de medo de imagens santas.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em cinema

3 Respostas para “Carrie – a estranha [Carrie] EUA, 1976.

  1. Aff, esse crucifixo de jesus consegue ser mais demoníaco do que o normal.

  2. Acho um ótimo filme para se debater sobre o bullying…e a sua introdução mostrando a primeira menstruação de forma horripilante é show.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s