Cavalo de Guerra [War Horse] EUA, 2011.

Eu não dava nada por este filme… Uma bela surpresa, realização perfeitoNNa do Spielberg. Uma pena a trama tão previsível, o xororô previsível de sempre do Spielberg, o roteiro perdidinho. Achei um mix de Lassie com o Violino Vermelho [lembra? – a estória de um violino que passa na mão de mil pessoas, aqui é o tal cavalo]. Fiquei me perguntando que público o Spielberg quis conquistar desta vez.

Apesar do roteiro “caretinha”, fiquei maravilhado com o tom de super produção, a montagem, a fotografia, a direção de arte, a edição de som, música, elenco… Uffie! O protagonista interpretado pelo Jeremy Irvine é uma gracinha, a Emily Watson está ótima [sempre!] como sua mãe e o sumido Peter Mullan [do excelente Meu nome é Joe]  faz seu pai. Ainda tem o charmosérrimo do Benedict Cumberbatch [que atua no recente O espião que sabia demais] como soldado “profissa” na I Guerra Mundial.  Sim, o gatinho protagonista vai pra guerra atrás de seu cavalinho…

E gentem, o cavalo de guerra é gay!? E o momento mais legal é quando dá a louca no cavalo, Jesus Cristinho!!! Ele deveria fazer era a Judas, seria bem mais divertido. Gagaga

*

Porque a maioria destes filmes indicados ao Oscar neste ano tem mais de duas horas de duração? Ném…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s