O livro de cabeceira [The pillow book] França, 1996.

Produção impecável de Peter Greenaway. Que senso estético[super colagens de imagens], você nunca verá algo parecido. E a trama é para lá de bizarrinha. Gata massa nipônica tem fetiche por calígrafos. Ela curte ficar toda trabalhada na arte da caligrafia nipônica clássica. E seu objetivo na vida é se vingar do editor que enganou seu pai, um escritor promissor. Curti muito o texto* e  a trilha sonora. E que coisa lindinha o Ewan McGregor novinho [e sem pudores]!

*

When God made the first clay model of a human being, He painted in the eyes… the lips… and the sex. And then He painted in each person’s name lest the person should ever forget it. If God approved of His creation, He brought the painted clay model into life by signing His own name.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s