Desapego [Detachment] EUA, 2011.

O filme levou o prêmio de melhor longa internacional na Mostra de São Paulo deste ano. Super merecido!

Uma visão pós-pessimista da educação nos Estados Unidos. Sério que já vivi mil coisas parecidas em salas de aula trabalhando como professor. Eu também não tenho muitas esperanças, a realidade é que ninguém quer ser mais professor. Acho que todo professor já se sentiu frustrado em algum momento de sua carreira,  não dá para ter 100% moral.  Num mundo bombardeado de informações de todos os lados,  de jovens cada vez mais energéticos e de pais cada vez mais ocupados, a escola deixou de ser algo legal para os jovens [se é legal é pelos motivos errados].

A personagem do Adrien Brody é um professor substituto que tem como missão dá um jeitinho em turmas problemáticas. O título ‘desapego’ caiu super bem, e é o segredo para uma vida menos estressante nos tempos de hoje. Adrien Brody está perfeito, sua melhor atuação até agora como o professor sem papas na língua. O James Caan tem os momentos mais divertidos do filme e a Lucy Liu perde feio nestas cenas. E super destaque também às novatas Sami Gayle, fazendo uma jovem prostituta mais fantástica que a de Jodie Foster em Traxi Driver, e, Renee Felice Smith comove como a aluna rejeitadinha da turma problemática.

Assistir a este filme é como lê algo de mais marginal dos beats: narrativa fragmentada, filmenho escurinho e diálogos cruéis. Obrigado ao diretor, Tony Kaye, pelo soco impiedoso no estômago.

NO HOPE!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s