Jornada da Alma [Prendimi l’anima] Itália, 2002.

Cinebiografia de Sabina Spielrein, ex-paciente e amante de Carl Jung e logo após uma estudiosa de psicologia infantil até o chegar da II Guerra Mundial. Uma típica cinebiografia com apelo melodramático ‘daqueles’. Claro que não me agradou. Vale mais pela tentativa de reconstituição da época. Nada a ver a trama paralela de uma universitária na Rússia [detalhe: o russo é a língua menos falada no filme, hein?] contemporânea pesquisando sobre a vida de Sabina. Filmenho ingênuo demaizzzZZZ.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s