Cada um vive como quer [Five easy pieces] EUA, 1970.

Um belo achado. Não se fazem mais filmes como antigamente, me desculpem pelo saudosismo. Nunca tinha ouvido falar deste filme, acho que descobri no perfil da Karen Black do Imdb… Jack Nicholson[em seu primeiro papel como protagonista] interpreta um outsider descendente de uma família de músicos eruditos que vive de subempregos e namora uma garçonete alienada interpretada pela Karen Black. Um retrato impressionante de duas realidades enquanto Nicholson loser e durante o momento em que volta à casa de seu pai. Neste segundo momento o filme adquire um tom pessimista, tem um clima de loucura bergmaniana no ar, todas as personagens parecem sufocadas… Sem piedade e esperança. Obrigatório!
Indicado a quatro Oscars e a viradinha Karen Black levou o Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s