Rio Vermelho [Red River] EUA, 1948.

Clássico do cinema americano de plot bem ‘quadradão’, filme pra homem ‘macho’, com o John Wayne. Mais macho que ele só o Chuck Norris.kkk. Ainda que tenha lá a cena do Montgomery Clift atirando na latinha do companheiro, etc. Sim, me interessei mais em assistir ao filme depois de ler algo sobre a biografia do Cliff nestes dias. E existia o boato de que o Wayne se incomodou bastante com a ‘homossexualidade’ do Clift durante as filmagens. E o Clift está simplesmente lindooooo!!!
Voltando a falar do filme… Estados Unidos, época da conquista do Oeste. O Wayne é um pistoleiro durão que invade terras de mexicanos e mata índios e lê bastante a bíblia[tão mocinho, hein?], e, que depois de progredir em seu rancho resolve vender parte de seu rebanho para um vilarejo pós-Rio Vermelho do título. O filme vai retratar essa façanha em estilo de Big Brother, ninguém confia em ninguém, etc. E o Wayne vai entrar em conflitos com seu filho adotivo, o Clift, que não aceita o jeito rígido do titio.
Imagino o trabalhão pra se filmar com aquele rebanho de gado enoooooooooooorme em disparada. Destaque ao registro de imagens belíssimas do gado atravessando o deserto e rio, etc. Tem um quê daqueles filmes ‘maiores que a vida’, sabe? Muito peculiar, já que era um filme de grande estúdio da época e ele soa tão ‘artesanal’ diante às produções hollywoodianas tão ‘perfeitinhas’ de hoje. Só me chateei com o final. Um filme tão épico e denso terminar de forma tão estúpida. Esperava algo mais reflexivo. Achei o erro!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s