All about Lily Chou-Chou [Riri Shushu no subete] Japão, 2001.

O filme começa super interessante com interferências textuais, simulando um chat, entre cenas do personagem principal curtindo o som de sua ídola Lily Chou-Chou. E pensamos no quanto a adolescência é um período complicado em qualquer lugar do mundo… Então, lá pro meio da trama, surge uma viagem pro litoral sem muito fundamento… Mas depois percebi que era mais um momentinho pra se refrescar[ou não] diante do que viria a seguir… Nunca vi filme pra pegar tão pesado no bullying… O tal protagonista convive com garotos ‘vibe errada’, testemunhando coisas absurdas, e pra fugir um pouco desta realidade cultua a cantora Lily Chou-Chou[fictícia, ok?] e administra um chat anônimo só de fãs da cantora. O foda é que ele nem sonha que as pessoas que dividem esse amor pela cantora são pessoas que ele odeiaaaa. A dica é: temos mais coisas em comum com nossos inimigos do que imaginamos. Se este filme for um retrato da adolescência japonesa, muuuito medo!!! Pra quê tanto pessimismo? E 146 minutos de filme… Achei emo!
Maiores destaques à fotografia e gostei muito de duas sequências: a da garotinha prostituta pisando no dinheiro e a da confusão que o personagem principal faz pós-show da Lily Chou-Chou. Aaah, o filme foi premiado em Berlim. Fiquei meio dividido, gostei e odiei! o.O


Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s