Andrei Rublev. Rússia, 1966.

Me pareceu que cada filme do Andrei Tarkovsky nos apresenta um novo mundo. Este aqui meio se concentra na vida de Andrei Rublev, pintor ícone da Rússia feudal. O filme é dividido em oito episódios de determinados momentos da vida do pintor, já chamanda atenção ao fato de que isto não é bem uma cinebiografia usual. Não tem uma narrativa linear e confesso que eu achei chatinho devido a ter mais ou menos três horas de duração e também não entendo muito de história da Rússia. Na primeira metade pensei em desistir, não desisti pela fotografia exuberante em p&b. E gracias que não desisti porque o melhor do filme estava por vir na segunda metade. O que são as partes da invasão tártara e do sino? CINEMA MAIOR QUE A VIDA COMO EU SEMPRE FALO POR AQUI! Inesquecível!
*
Nunca pensei que fazer um sino de igreja desse tanto trabalho…Uffie!
**
Fiquei pensando nesse negócio de cinema maior que a vida, tipo, acho que nunca vi cavalos sofrerem tanto num filme.P

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s