Solaris. Rússia, 1972.

Que obra-prima!!! Depois de uma semana sem ver filmes, me deparo com este filmão do Andrei Tarkovsky. Tido como uma resposta ao 2001: Uma Odisséia no Espaço do Kubrick[além da corrida do espaço entre EUA e Rússia, acho que rolou rixa no cinema também, neah?], achei um mix de thriller psicológico com ficção científica e até uma pitada de romance.
Um psiquiatra é enviado pra uma estação espacial terráquea no planeta Solaris a fim de investigar um estranho fenômeno envolvendo uma tripulação de cientistas que habitam a base. Adorei o ator protagonista, Donatas Banionis[pra quem acha que é impossível um baixinho e gordinho ser sexy?], e a bela Natalya Bondarchuk se destaca em atuação magistraaaaaaaaaaaaal!!! Sim, a humanidade é algo bem à toa e nosso mundo é mais estranho que os dos ‘outros’, ok? Só fiquei meio cismado com a mulher sendo apontada como ‘alienígena’ mas até que o final[e que final!] é bem Grande Mãe caótica universaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaal.
Vale falar da super fotografia e das sequências de planos de cores diferentes que de início você fica pensando que seu aparelho de dvd está mal conectado.kkk
Prêmio do júri em Cannes.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s