Sede de sangue [Bakjwi] Coréia do Sul/EUA, 2009.

Me poupe pra quem teorizou a roupagem nova dos vampirinhos do Crepúsculo, bora falar de CINEMA, ok?
Na trama deste filme, o ótimo Sang-hyun[de O hospedeiro] interpreta um padre que se oferece como voluntário de um projeto científico que promete erradicar um vírus mortal, mas o tal vírus lhe transforma em um vampiro… Interessante que o tal projeto científico vem dos Estados Unidos. Assim, a sede de sangue estaria acoplada à idéia de consumismo[?]… E que hibridismo louco essa estória de padre vampiro[Igreja e vampirismos são mitos ocidentais] e na Coréia do Sul!? E ao mesmo tempo o filme me pareceu ser uma produção francesa em alguns momentos… A teoria pós-moderna da desterritorialização me veio em mente… E como todo Drácula precisa de sua Mina, o vampiro padreco vai se apaixonar por uma garota-super-problema[longe da fanchice do Crepúsculo].
O diretor deste filme absurdo é o Chan-wook Park do aclamado Oldboy, mais um filmeeenho pra lá de híbrido, hein? E assim como em Oldboy, a fotografia é impecável, e com travellings de tirar o fôlego!!! Um filme vampiresco que já é história, pra mim!
*
Vencendor do prêmio do júri em Cannes.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s