O brilho de uma paixão[Bright Star] Inglaterra, 2009.

Inspirado no caso secreto do jovem poeta romântico inglês John Keats e sua vizinha bem-nascida e bem-vestida Fanny Brawne. Uma pena que a diretora Jane Campion[do excelente O Piano] depois de um recesso de 7 anos[o último filme da diretora foi o ótimo Em carne viva] tenha voltado numa performance tão enfadonha. Primeiro, escolheu um ator inexpressivo pra interpretar Keats, o Ben Whishaw[de O Perfume]. Segundo, as suas poesias recitadas no filme são meramente ilustrativas… E os méritos do filme devem ser dados apenas à jovem atriz australiana Abbie Cornish, me lembrou bastante a Mary Louise Parker em início de carreira.
Sendo um filme de época, a gente imagina sempre locações perfeitas, e são! Mas a fotografia deixa bastante a desejar. Mesmo o figurino da tal ‘fashionista’ romântica não impressiona tanto.
Mais uma vez achei digna a tradução piegas para o português.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em cinema, Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s